O Clube de Desbravadores foi oficializado em 1950 e desde então tem se espalhado ao redor do globo (Foto: Divulgação)

O Dia Nacional dos Desbravadores foi aprovado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e agora integra o calendário oficial do Brasil. Com a assinatura da Lei Nº 14.665, de 4 de setembro de 2023, a comemoração ocorre anualmente no dia 20 de setembro.  

Publicada no Diário Oficial da União nesta terça-feira, 5 de setembro, a Lei é formada por dois artigos: 
 
Art. 1º Fica instituído o Dia Nacional dos Desbravadores, a ser comemorado, anualmente, no dia 20 de setembro.  
Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. 

Publicação do Diário Oficial da União com a Lei assinada nesta segunda-feira (Imagem: Reprodução)

Leia também

“Essa é uma conquista sem precedentes para todos os desbravadores do nosso País. Com esse reconhecimento, poderemos alcançar mais pessoas com um estilo de vida que valoriza a amizade, o desenvolvimento de todas as faculdades, o trabalho pelo próximo e a proclamação das boas novas em Jesus”, destaca o pastor Udolcy Zukowski, diretor do Ministério dos Desbravadores para oito países da América do Sul.  

Ele sublinha que o Brasil é a primeira nação do mundo a oficializar a data, o que também contribui para que essa visibilidade resulte na abertura de novos clubes em localidades onde ainda não está presente. “Isso poderá, inclusive, despertar o interesse de outras cidades quanto à seriedade daquilo que é feito em prol de crianças e adolescentes, ensinando valores, fortalecendo o desenvolvimento de caráter e apresentando uma perspectiva de vida para elas”, reforça ao lembrar que ao redor do mundo são aproximadamente 2 milhões de desbravadores.  

Apenas no território nacional, eles são quase 291 mil, divididos em 10.301 clubes. Suas atividades são voltadas para crianças e adolescentes com idades entre 10 e 15 anos, sem distinção de cor, raça, religião ou classe social. Tem como uma de suas bases um programa que busca desenvolver habilidades e talentos de seus participantes, oferecendo, entre outros, quase 500 tópicos do conhecimento humano, que são chamados de especialidades.  

Desbravadores durante o V Campori Sul-Americano, o maior evento para esse público em todo o mundo (Foto: Divulgação)

“Agradecemos a Deus pelo privilégio que temos de levar esse ministério ainda mais longe, para compartilhar com mais pessoas não um programa, mas um estilo de vida que transforma e prepara para o futuro. A experiência de ser um desbravador mudou a minha vida e a de tantos outros, e desejo que esse mesmo impacto alcance mais gente. Pais, líderes, obrigado pelo apoio de vocês a essa iniciativa tão linda”, pontua o pastor Stanley Arco, presidente da Igreja Adventista para oito países da América do Sul.

Caminho até a aprovação da Lei 

O primeiro passo para a criação do Dia Nacional dos Desbravadores foi dado no dia 20 de junho de 2018, durante uma sessão da Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados. À época, foi conduzida pelo deputado Tadeu Alencar, autor do requerimento. A proposta do estabelecimento foi feita pelo então deputado Paulo Folleto.  

O assunto voltou à pauta no dia 15 de julho de 2021, desta vez na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, que aprovou o Projeto de Lei 3936/19. Na ocasião, não foi necessário levar o tema para deliberação do Plenário, já que tramitou em caráter conclusivo.  

Em 11 de julho de 2023, a pauta foi levada para a Comissão de Educação e Cultura do Senado Federal, sob relatoria do senador Hamilton Mourão. O Projeto também foi aprovado em caráter terminativo, ou seja, sem a necessidade de tramitar por nenhuma outra instância. Desde então, aguardava apenas a assinatura do presidente da República.  

Conheça mais sobre o Clube de Desbravadores em: encontreumclube.org

Fonte: Notícias Adventista.org


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui