sábado, março 2, 2024
Início 2021 outubro

Arquivos Mensais: outubro 2021

Jovem é encontrado morto com pescoço degolado em Monção-MA

0
Vídeo mostrando as fotos do rapaz

Na madrugada desta segunda-feira (25) um jovem por nome de Jacó Miguins, Morador do bairro Vila João Silva na rua Tocantins, o jovem que era mais conhecido como Jacó, foi encontrado morto com o pescoço degolado, o corpo estava em uma área que é de pouca iluminação na região do bairro Vila Izabel.
O bairro fica bem próximo ao bairro da residência do Jacó, o que divide os dois bairros é a rua principal que dá acesso da cidade ao povoado outeiro.
Segundo populares, a vítima quase foi decapitada.
Ainda não se sabe o motivo da morte do jovem e até o momento, nenhum suspeito foi preso.

Ministro da Cidadania confirma R$400 mensais para o substituto do Bolsa Família

A informação foi confirmada na tarde desta quarta-feira (20) pelo ministro da Cidadania, João Roma, durante pronunciamento. O antigo Bolsa Família terá um reajuste permanente de 20% em relação aos valores atuais.

O ministro contou que o presidente Jair Bolsonaro determinou a criação desse “benefício transitório”, a fim de que as famílias recebam, até o fim de 2022, ao menos R$400 mensais.

De acordo com as explicações do ministro, o reajuste permanente de 20% será aplicado em relação aos valores que as famílias já recebem no Bolsa Família.

“O programa permanente que sucede o Bolsa Família tem um tíquete médio. O valor do benefício varia de acordo com a composição de cada família. Existem famílias que estão recebendo até menos de R$100, e outras que recebem até mais de R$500”, pontuou Roma.

“Esse programa terá um reajuste de 20%. É um programa que é permanente e seguirá 2021, 2022, 2023 e assim sucessivamente. Isso chama-se despesas permanentes do governo, e é um programa que está estruturado para que avance cada vez mais, com políticas integradas, para atender a esses brasileiros mais necessitados”, explicou.

Paulo Guedes vê necessidade de aumento em programas sociais

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta sexta-feira (8) que será necessário aumentar o valor de programas sociais porque comida e energia ficaram mais caras na pandemia. Em evento do Itaú BBA, ele afirmou que isso será feito mantendo a responsabilidade fiscal e o teto de gastos.

– Os mercados se acalmarão quando entenderem que o compromisso fiscal não está em risco – comentou.

No evento, Guedes voltou a dizer que os recursos para isso virão da taxação de dividendos.

– Não tenha vergonha de ser rico. Tenha vergonha de não pagar impostos. Antes de comprar sua ilha privada, pague impostos – afirmou.

Guedes voltou ainda a criticar os economistas brasileiros e disse que é preciso treinamento em equilíbrio geral para entender os planos do governo.

– Se os economistas tivessem treinamento em equilíbrio geral, veriam que estamos atuando em todas as frentes. No Brasil, vá para os fatos, não para o barulho. Barulho é política – afirmou.

O ministro reforçou que seu plano consiste em uma economia de mercado.

– Economistas brasileiros, entendam, nosso plano é de uma economia de mercado. Não há mais planejamento central. Estamos privatizando e decentralizando – explicou.

Guedes ressaltou que, mesmo com a pandemia, as despesas permanentes seguiram no mesmo nível neste ano e que despesas transitórias de combate à Covid-19 “desapareceram”. Ele completou que a política fiscal está “no lugar”, e a política monetária está fortalecida com a autonomia do Banco Central.

– Estamos desencadeando ondas de investimento privado com a aprovação de reformas – defendeu o ministro da Economia.

Com informações do Portal Pleno News

Fracasso de atos da esquerda contra o presidente Bolsonaro faz web avisar: #BolsonaroReeleito

Sábado foi marcado por protestos contra o presidente

Fracasso de protestos faz web avisar: #BolsonaroReeleito
Fracasso de protestos faz web avisar: #BolsonaroReeleito / Foto: Reprodução/Redes Sociais
Fracasso de protestos faz web avisar: #BolsonaroReeleito
Fracasso de protestos faz web avisar: #BolsonaroReeleito / Foto: Reprodução/Redes Sociais
Fracasso de protestos faz web avisar: #BolsonaroReeleito
Fracasso de protestos faz web avisar: #BolsonaroReeleito / Foto: Reprodução/Redes Sociais
Fracasso de protestos faz web avisar: #BolsonaroReeleito
Fracasso de protestos faz web avisar: #BolsonaroReeleito / Foto: Reprodução/Redes Sociais
Fracasso de protestos faz web avisar: #BolsonaroReeleito
Fracasso de protestos faz web avisar: #BolsonaroReeleito / Foto: Reprodução/Redes Sociais
Fracasso de protestos faz web avisar: #BolsonaroReeleito
Fracasso de protestos faz web avisar: #BolsonaroReeleito / Foto: Reprodução/Redes Sociais
Fracasso de protestos faz web avisar: #BolsonaroReeleito
Fracasso de protestos faz web avisar: #BolsonaroReeleito / Foto: Reprodução/Redes Sociais
Fracasso de protestos faz web avisar: #BolsonaroReeleito
Fracasso de protestos faz web avisar: #BolsonaroReeleito / Foto: Reprodução/Redes Sociais
Fracasso de protestos faz web avisar: #BolsonaroReeleito
Fracasso de protestos faz web avisar: #BolsonaroReeleito / Foto: Reprodução/Redes Sociais
Fracasso de protestos faz web avisar: #BolsonaroReeleito
Fracasso de protestos faz web avisar: #BolsonaroReeleito / Foto: Reprodução/Redes Sociais
Fracasso de protestos faz web avisar: #BolsonaroReeleito
Fracasso de protestos faz web avisar: #BolsonaroReeleito / Foto: Reprodução/Redes Sociais

Devido ao “fracasso” dos protestos contra o presidente Jair Bolsonaro neste sábado (2), usuários de redes sociais se uniram para mandar um recado à oposição. No Twitter, o grupo levantou a #BolsonaroReeleito e levou a tag a ser um dos assuntos mais comentados da rede social.

Os protestos deste sábado foram puxados por movimentos sociais, sindicatos e esquerdistas. Entre as pautas reivindicadas estavam o impeachment do presidente Jair Bolsonaro, o aumento do custo de vida e o retorno do auxílio emergencial nos moldes que foi aplicado no início da pandemia, de maneira mais generalizada.

Nas redes sociais, aliados e admiradores de Bolsonaro fizeram piada sobre a baixa adesão aos atos, e confrontaram as imagens com a suposta alta na rejeição ao presidente.

COM INFORMAÇÕES DO INFORMA TUDO DF

Vídeo: vendedor ambulante morre após dar tapa na cabeça de segurança armado

0

O vendedor ambulante Fabian Fernando Franco de 32 anos, de nacionalidade paraguaia, morreu após dar um tapa na cabeça de um segurança na tarde de ontem (30) em Pedro Juan Caballero, cidade vizinha a sul-mato-grossense Ponta Porã, na fronteira entre Brasil e Paraguai. Após ser preso em flagrante pelo crime, Robles, que é segurança da loja Estrella, disse que o disparo foi acidental. No entanto, as imagens mostram ele engatilhando a arma e atirando na vítima à queima roupa. Veja o vídeo abaixo

Vídeo do vendedor pegando o tiro

Segundo imagens de câmera de segurança, que circula nas redes sociais, o fato ocorreu na Avenida Mariscal Lopez, quando Fabian passando pelo segurança e dando um tapa em sua cabeça e então, o segurança vai atrás de Fabian e golpeia pelas costas com a arma de fogo, tipo espingarda.

Vídeo: vendedor ambulante morreu após dar tapa na cabeça de segurança armado
Imagem dele já morto

Em seguida, o vendedor reage e da socos contra o segurança, e o empurra contra um poste, momento em que um outro segurança ainda tenta cessar a confusão, segundo se vê nas imagens.

Neste momento o segurança atira contra Fabian, atingido na região do tórax, que acaba morrendo no local.

O segurança foi preso pela Polícia Nacional e levado para sede, em Pedro Juan. Seguranças armados, inclusive com espingardas calibre 12, é cena normal em frente de lojas na cidade paraguaia. Na terra marcada pela violência, a contratação deste tipo de profissional é a saída encontrada por comerciantes que tentam evitar roubos e furtos.

Com informações do Portal CAMPO GRANDE NEWS e enfoquems