quinta-feira, maio 28, 2020
Anúncio da Loja
Início 2019 outubro

Arquivos Mensais: outubro 2019

Veja como combater o mosquito da dengue em 15 minutos

0
É preciso adotar cuidados no combate ao mosquito Aedes aegypti

O combate ao mosquito Aedes aegypti deve durar o ano todo. Contudo, no período chuvoso é preciso intensificar os cuidados, principalmente nos imóveis residenciais para evitar que os ovos do mosquito, que necessitam de água parada, proliferem. O alerta é a Secretaria de Estado da Saúde (SES) à população neste período de chuvas. O mosquito é o principal transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Medidas simples e frequentes evitam que o mosquito nasça. Por isso, a população precisa participar fazendo a sua parte, mantendo os imóveis livres de criadouros. De acordo com o Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti (LIRAa), cerca de 65% dos criadouros identificados são em casas residenciais.

“O ovo colocado em local seco, quando começa a chuva, eclode e as larvas se desenvolvem. Também por isso, as pessoas devem lavar as caixas e outros recipientes como bebedouros de animais com escovão, para eliminar os ovos”, orienta a coordenadora do Programa de Prevenção e Controle de Arboviroses, Joseneide Matos. Os ovos do mosquito podem sobreviver até 450 dias em locais secos, de acordo com o Ministério da Saúde.

Uma forma de manter a casa protegida é realizando uma vistoria semanal, com lavagem de caixas d’água, bebedouros, desentupimento de calhas, eliminação de recipientes acumuladores (garrafas, lonas, baldes etc.). “Temos registro de larvas até em cascas de ovos. Então, todo cuidado é necessário. Temos um problema grande com garrafas em quintais. O correto é protegê-las da chuva ou colocá-las emborcadas”, explica Joseneide Matos.

Aqueles que vão viajar neste período precisam deixar a casa preparada. Tanques e caixas d’água devem ficar vazias e lacradas, tampas de descargas rachadas devem ser vedadas, lonas colocadas de forma a não acumular água da chuva.

15 Minutos para proteger a sua casa

– Tampe tonéis, caixas d’água e qualquer tipo de recipiente que possa reservar água (a tampa não pode ter rachaduras);

– Coloque garrafas vazias de cabeça para baixo;

– Elimine da área (terraço e quintal) recipientes que possam acumular água, como tampinha de garrafa, folhas, sacolas plásticas etc.;

– Não deixe acumular água nos vasos de plantas;

– Escove bem as bordas dos recipientes (vasilha de água e comida de animais, vasos de plantas, tonéis, caixas d’água) e mantenha-os sempre limpos.

Se for viajar

– Retire a água dos vasos de plantas e guarde a vasilha de água e de comida dos animais de estimação;

– Faça a vedação dos ralos dos banheiros e da tampa dos vasos sanitários;

– Verifique se as lonas de cobertura estão bem esticadas para não haver acúmulo de água.

Fonte: www.saude.ma.gov.br

Léo Magalhães nega compra de direitos da música Caneta Azul

0

Mensagens nas redes sociais diziam que o cantor teria adquirido os direitos autoriais por R$ 700 mil29/10/2019, às 16:15

Nos stories do Instagram, o cantor negou a informação

Apesar de todo o sucesso do novo meme ‘Caneza azul’, do maranhense Manoel Gomes, o cantor Léo Magalhães negou, nesta terça-feira (29), que teria comprado os direitos da música. Mensagens divulgadas nas redes sociais diziam que Léo teria comprado a música por R$ 700 mil. Nos stories do Instagram, o cantor negou a informação.

“A gente deseja muito sucesso para o Manoel, que de uma semana para cá gravou a música cantando e todos nós artistas repostamos porque achamos muito interessante, a gente sabia que ia ser um grande sucesso e com certeza se transformou num grande sucesso”, esclareceu.

O cantor reforçou que o empresário também não procurou o dono do hit da internet para comprar os direitos, e reforçou que não gravará a música. No final do vídeo, ele ainda cantou um trecho da canção.

veja o vídeo abaixo

Registro

Diante do sucesso, Manoel Gomes registrou a música em cartório na cidade de Balsas (MA) para dar início ao processo de registro dos direitos autorais.

Caneta Azul

A música do maranhense Manoel Gomes virou meme e viralizou na internet. A história de uma pessoa que perdeu sua amada caneta azul foi publicada no Instagram, há cinco dias, e rumou para o sucesso.

Nas redes sociais, a hastag #CanetaAzul logo se popularizou e é fácil encontrar vários comentários sobre a música, que ganhou memes e reproduções dos usuários do Twitter.

Fonte TV Jornal

DETRAN/MA DISPONIBILIZA SISTEMA DE RECONHECIMENTO FACIAL PARA EMISSÃO DA CNH

0
O objetivo é garantir a segurança e impedir possíveis fraudes nos processos de habilitação

O Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) começou a disponibilizar, nesta semana, o reconhecimento facial como parte do processo de validação para emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A medida foi elaborada pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), com o objetivo de garantir a segurança e impedir possíveis fraudes nos processos de habilitação.

Agora, quando o usuário realizar o pedido de abertura dos serviços de renovação da CNH, solicitar a 2ª via ou mudar de categoria, será feita a coleta de foto e biometria, e estes dados serão enviados para a Base Nacional de Condutores Habilitados (Renach). A partir daí, antes da autorização da emissão do documento, será feito o processo de validação facial, que é realizado por meio de uma análise de similaridade com a foto registrada na carteira anterior.

Após a validação dos dados, quando o índice de similaridade for maior ou igual a 90%, o documento é automaticamente enviado para emissão por parte do Detran-MA. Caso não atinja o nível mínimo, a comparação visual será feita pela Coordenação de Habilitação do Departamento, por meio do Renach Web. Se a incompatibilidade persistir o documento não será emitido.

Para a coordenadora de Habilitação do Detran-MA, Nazaré Nunes, o procedimento garante mais dinamismo e dispõe de mecanismos seguros no processamento dos dados. “A intenção, desta nova etapa de validação facial para a emissão de CNH, é garantir maior segurança nos processos. Esta também é mais uma ferramenta que garante mais transparência aos nossos serviços e evita que atos ilícitos sejam utilizados”, afirmou.

Fonte:

 logo

CARLOS BRANDÃO PRESTIGIA AS ATIVIDADES DA SNCT NO ÚLTIMO DIA DO EVENTO

0

Governador em exercício prestigiou último dia da SNTC (Foto: Nael Reis)

Termina, nesta sexta-feira (25), a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNTC) que, neste ano, teve como temática central a “Bioeconomia: diversidade e riqueza para o desenvolvimento sustentável”. O governador em exercício, Carlos Brandão, visitou a “Cidade da Ciência”, neste último dia de evento, e ressaltou a importância da semana na popularização do conhecimento.

“É um espaço de democratização do saber científico, onde os nossos estudantes expõem o conhecimento produzido nas escolas e universidades para a comunidade em geral”, disse Brandão.

Consolidada no calendário de eventos como um espaço formidável para apresentação do conhecimento científico produzido no Maranhão, a SNCT tem como principal objetivo popularizar esse tipo de conhecimento, muitas vezes restrito a acadêmicos, para os cidadãos comuns, especialmente os mais jovens.

Com esse propósito, durante quatro dias,  a Casa do Maranhão, no Centro Histórico de São Luís, se transformou na “Cidade da Ciência”, oferecendo ao público uma vasta programação, com oficinas, palestras, conferências, lançamento de livros, projeções, mostras científicas, painéis, entre outras.

Governador em exercício prestigiou último dia da SNTC (Foto: Nael Reis)

A coordenadora-geral da SNCT no Maranhão, Alessandra Rego, avaliou positivamente as atividades que integraram a programação.”Tivemos mostras muito significativas e diversificadas, o que é enriquecedor para o público que vem prestigiar, e aos próprios produtores destes trabalhos, enfatizou.

A SNCT é uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), em parceria com secretarias da área nos estados e municípios, além de universidades, escolas e instituições de ensino e pesquisa.

Premiações

Este ano, dobrou o número de categorias premiadas, comparado a edição do ano passado. Foram escolhidos os melhores das Ciências Exatas e da Terra, Ciências Biológicas, Engenharias, Ciências da Saúde, Ciências Agrárias, Linguística, Letras e Artes, Ciências Sociais Aplicadas e Ciências Humanas. A premiação teve troféu para 1º, certificados para o 2º e 3º lugar de cada segmento. Concorreram um total de 187 Posters e 42 Mostras. Os avaliadores foram professores universitários de diversas áreas, selecionados por meio de edital público.

Governador em exercício prestigiou último dia da SNTC (Foto: Nael Reis)

“Nós notamos claramente o entusiasmo dos estudantes que apresentam seus trabalhos na Semana de Ciência e Tecnologia e algo que é muito característico neste evento nacional é que, para eles, ter a oportunidade de externar para a comunidade as suas pesquisas é a nota fundamental. Aqui eles mostram o fruto do seu esforço, aquilo que gastam energia construindo. Para muitos é a primeira vez que apresentam suas pesquisas e é um espaço para fazer chegar a população uma parte daquilo que eles estudam”, destacou o secretário adjunto de Inovação e Cidadania Digital da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Nivaldo Muniz.

Um dos trabalhos do tipo ‘Mostra’ é dos estudantes Izabella Bandeira, Jorge Luís e Carlos Eduardo, do projeto social Espaço Livre, que desenvolveram uma maquete para representar formas sustentáveis de cultivar o arroz. “Queremos mostrar formas desse cultivo que não causam impactos para a natureza, com uma visão mais de preservação dos recursos naturais. É algo possível e que todos saem ganhando, um ajudando o outro, sem agredir a natureza”, explicou Izabella Bandeira.

Casa do Maranhão lotou durante a programação da Semana

O aluno de Farmácia da UFMA, Francisco Assis apresentou pela primeira vez um trabalho na SNCT, com o título ‘Perfil químico e atividade citotóxica da geoprópolis de Melipona fasciculata Smith em linhagem de câncer de ovário’, o pôster concorreu na categoria Ciências da Saúde. “Estamos há um ano e meio desenvolvendo a pesquisa, em que avaliamos a atividade antitumoral de um produto de abelha sem ferrão em linhagem de câncer de ovário. É muito interessante poder mostrar o que está sendo desenvolvido na universidade pública e que as pesquisas tem aplicação na sociedade”, contou.

Fonte: Maranhão de todos nós agência de notícias

DIVULGADO O GABARITO DO CONCURSO MUNICIPAL DE ARARI-MA

0

FOI DIVULGADO NESTA SEGUNDA FEIRA (21) O EDITAL DE DIVULGAÇÃO nº. 001-009, de 21/10/2019 GABARITO PRELIMINAR Edital de Concurso Público da Prefeitura Municipal de Arari-MA nº 001 de 06/09/2019 – retificado 01/10/2019 A Fundação Sousândrade de Apoio ao Desenvolvimento da UFMA – FSADU, cumprindo o disposto no Edital de Concurso Público da Prefeitura Municipal de Arari-MA nº 001 de 06/09/2019, torna público, para conhecimento dos interessados, o GABARITO PRELIMINAR DA PROVA OBJETIVA, nos termos indicados no ANEXO ÚNICO deste Edital de Divulgação. 1. Por se tratar de Gabarito Preliminar, de acordo com o previsto no capitulo 12, item 1, letra “c”, do Edital do Concurso Público da Prefeitura Municipal de Arari nº 001 de 06/09/2019, está aberto o prazo de 02 (dois) dias, a contar do primeiro dia subsequente à data da publicação deste Edital, ou seja, de 10:00 do dia 22/03/2019 às 23:59 do dia 23/03/2019, para interposição de recurso contra o Gabarito Preliminar e/ou formulação de questões da Prova Objetiva. 2. Ressalta-se que os recursos serão interpostos SOMENTE na forma on-line por meio do site www.fsadu.org.br, de acordo com as regras estipuladas no Item.2, capítulo 12, do Edital do Concurso Público da Prefeitura Municipal de Arari-MA nº 001 de 06/09/2019. São Luís-MA, 21 de outubro de 2019.

FAÇA O DOWNLOAD DO GABARITO CLICANDO ABAIXO NA IMAGEM!

Fonte: SITE OFICIAL FSADU Fundação Sousândrade

Ministro da Cidadania indica que deve colocar em dia repasses da assistência social deste ano

0

O presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, e o presidente da Associação Mato-grossense de Municípios (AMM) e integrante do Conselho Político da Confederação, Neurilan Fraga, estiveram reunidos na terça-feira, 16 de outubro, com o ministro da Cidadania, Osmar Terra, e o Secretário Especial do Desenvolvimento Social, Wellington Coimbra. O encontro teve como pauta os atrasos nos repasses aos Municípios dos recursos da Assistência Social.

A CNM tem acompanhado anualmente a execução da política de assistência social tanto nos aspectos técnicos e políticos quanto nos orçamentários. Esse acompanhamento permite que os gestores e os técnicos municipais tenham ampla percepção do cumprimento do cofinanciamento federal no âmbito do Sistema Único da Assistência Social (Suas). Durante a reunião, o ministro Osmar Terra informou que o governo federal está empenhado em efetuar, ainda em 2019, os repasses para os serviços de assistência social executados, neste ano, pelos Municípios. Osmar Terra disse ainda que o Ministério da Cidadania conta com articulações para conseguir cumprir promessas feitas aos Municípios. Uma das articulações está relacionada à divisão dos recursos do bônus de assinatura da cessão onerosa do pré-sal entre os Entes Federados, onde a União deve ficar com aproximadamente R$48 bilhões.

16102019 reunião Osmar Terra 2

Com a medida, o Ministério da Cidadania espera o descontingenciamento de aproximadamente R$ 7 bilhões para tentar fechar o ano de 2019 sem atrasos e colocar em prática o cronograma de pagamento dos recursos atrasados, referentes a anos anteriores. Além do recurso que ficará com a União, de acordo com texto aprovado pelo plenário no Senado, 15% dos recursos arrecadados pelo governo federal com a medida serão repassados aos Municípios, o que é estimado em R$ 10,9 bilhões.  O mesmo percentual será destinado aos Estados, com mais 3% previstos para os chamados Estados produtores. A divisão aprovada aos Entes estaduais, no entanto, é de 2/3 por meio do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e 1/3 por Lei Kandir e Fundo de Auxílio à Exportação (FEX).

Cofinanciamento
Dentre os repasses em atraso, pode ser destacada as transferências dos recursos federais para o cofinanciamento dos serviços e da gestão do Sistema Único de Assistência Social (Suas). Em reunião com o ministro e o Secretário na CNM em setembro, Aroldi ressaltou que os gestores municipais tem buscado a CNM atrás de respostas em relação a esses atrasos, que somam perda de R$ 1,2 bilhão aos Entes locais.

Presente no encontro na terça-feira com o ministro Osmar Terra e o secretário Wellington Coimbra, o senador Wellington Fagundes (PL-MT) lembrou que todos os Municípios brasileiros estão com atrasos no pagamento do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) e são justamente esses programas que amparam a população mais carente do país, em especial no interior de Mato Grosso. “Felizmente temos essa garantia de muito trabalho por parte do ministro. A aprovação da cessão onerosa do Pré-Sal e o posterior leilão dos campos certamente darão, também, um respiro para o Governo Federal efetuar esses pagamentos”, comemorou o parlamentar. A reunião ainda contou com presenças de prefeitos. Aroldi participou de parte do encontro por estar engajado na aprovação da cessão onerosa no Senado Federal.


Da Agência CNM de Notíciascom informações da assessoria do senador Wellington Fagundes 

Governo Federal anuncia 13ª parcela aos beneficiários do Bolsa Família

0

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou nesta terça-feira (15) a Medida Provisória que garante o pagamento em dezembro

Brasília – Beneficiários do Bolsa Família em todo o Brasil receberão um pagamento extra do benefício em dezembro. O presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro da Cidadania, Osmar Terra, assinaram nesta terça-feira (15) a Medida Provisória que garante a 13ª parcela do programa. A ação reforça o compromisso do governo federal em combater as desigualdades sociais do país, aumentando o poder de compra das quase 13,5 milhões de famílias mais pobres.

Para a dona de casa Rafaella de Jesus, moradora do Distrito Federal, o benefício chega em boa hora para ela e os filhos. “Vai ajudar nessa época do Natal e também a comprar o material escolar no começo do ano”, disse.

A 13ª parcela do Bolsa Família será paga em dezembro e seguirá o calendário regular do programa. Em cerimônia realizada no Palácio do Planalto, o presidente Bolsonaro afirmou que o incremento representa a valorização do programa de transferência de renda para quem realmente precisa. “Nós estamos mostrando aos mais humildes que o governo pensa em todos. O benefício faz muita diferença para os mais humildes”, enfatizou.

O pagamento será possível graças às melhorias na gestão e ao aumento de R$ 2,58 bilhões no orçamento do Ministério da Cidadania, assegurado pelo Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas Primárias do Primeiro Bimestre de 2019, do Ministério da Economia.

O ministro Osmar Terra ressaltou que o Bolsa Família não acaba com a pobreza, mas ajuda quem mais precisa. “É um programa importante, que ajuda as pessoas a se manterem um pouco acima da pobreza extrema, mas que não resolve, não dá o protagonismo que seria importante e necessário para as famílias saírem da condição de pobreza”, afirmou.

Por isso, o governo federal está investindo em ações complementares de desenvolvimento humano e de geração de emprego e renda para que as famílias não precisem mais de programas de transferência de renda. “Junto com as ações de pagamento do Bolsa Família, o governo está investindo na primeira infância com o Criança Feliz e nos jovens que nem trabalham e nem estudam, que têm mais de 18 anos e que pertencem às famílias do Bolsa Família. Precisamos fazer com que esses jovens aprendam uma profissão, tenham uma renda e saiam da condição de pobreza com as próprias pernas”, enfatizou. “O melhor programa social é o emprego”, completou.

Cruzamento

Terra lembrou que o Bolsa Família passou por vários aperfeiçoamentos de gestão no atual governo, o que possibilitou combater fraudes no programa. Como parte do aprimoramento, o Ministério da Cidadania passou a fazer o cruzamento de várias bases de dados oficiais. A ação contribuiu na identificação daqueles que recebiam indevidamente o benefício, resultando na exclusão do programa.

Em outra frente, o Ministério iniciou a convocação de mais de cinco mil ex-beneficiários do Bolsa Família a devolverem recursos recebidos indevidamente. No total, o governo federal está emitindo cobranças novalor de R$ 5,8 milhões. As pessoas foram identificadas porque há suspeita de informações irregulares prestadas intencionalmente ao Cadastro Único.

Bolsa Família

O programa de transferência de renda atua em três eixos: complemento de renda, acesso a direitos – como educação, saúde e assistência social – e articulação com outras ações para garantir o desenvolvimento das famílias beneficiárias.

Os interessados devem se inscrever no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. O registro pode ser feito nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) ou na gestão municipal do Bolsa Família e do Cadastro Único.

O programa atende às famílias que vivem em situação de extrema pobreza, com renda per capita de até R$ 89 mensais, e pobreza, com renda entre R$ 89,01 e R$ 178 mensais.

Na folha de setembro, o Bolsa Família atendeu 13,5 milhões de famílias, somando um valor total de R$ 2,5 bilhões. O benefício médio foi de R$ 189,21.

Fonte: Ministério da Cidadania

MEC lança programa Novos Caminhos para ampliar a oferta de ensino técnico

0

O objetivo é estimular o ensino técnico e facilitar a entrada dos jovens no mercado de trabalho

Com a meta de elevar em 80% o total de matrículas em cursos técnicos e de qualificação profissional até 2023, o Ministério da Educação (MEC) lançou, nesta terça-feira (08), o programa Novos Caminhos. A iniciativa quer estimular o ensino técnico e facilitar a entrada dos jovens no mercado de trabalho.

Até o final de 2023 devem ser ofertadas mais 1,5 milhão de matrículas em cursos técnicos e em qualificação profissional, totalizando 3,4 milhões em todo o país. As vagas serão ofertadas tanto no ensino médio quanto para jovens e adultos que já estão fora da escola.

Outra meta é abrir 40 mil vagas para a formação de professores das redes públicas estaduais na educação profissional e tecnológica até 2022. Outras 2 mil vagas de mestrado em educação profissional e tecnológica devem ser ofertadas a professores e gestores entre 2020 e 2022.

Além da ampliação das vagas e da capacitação de professores, o Novos Caminhos vai alinhar a oferta de cursos e a demanda do setor produtivo e mobilizar os estados para a implementação dos itinerários de formação técnico e profissional no ensino médio.

Para 2019 ainda está previsto o lançamento de editais no montante de R$ 5 milhões para apoio a projetos de iniciação tecnológica nos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia.

Valorização do ensino técnico

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse que é preciso incentivar o ensino técnico e essa é a intenção com o Novos Caminhos.

“É preciso quebrar o preconceito contra o trabalhador técnico, valorizar a profissão e mostrar que muito curso técnico bom permite ter uma renda superior a alguém formado em curso superior que não tem foco na realidade”, disse o ministro.

Weintraub disse que nos últimos anos o ensino técnico foi negligenciado no Brasil e citou dados como da Europa, onde cerca de 50% dos jovens estão no ensino técnico, e do Chile, onde esse percentual está em torno de 35%. “No Brasil temos 8%. Existe demanda para fazer o ensino técnico por parte dos jovens e demanda por parte dos empresários por pessoas capacitadas”, afirmou.

Adequação da oferta de curso

Com a participação dos setores produtivos será feita a atualização do catálogo nacional de cursos técnicos para alinhar a oferta de cursos às demandas socioeconômicas, a arranjos produtivos locais e a inovações tecnológicas. Segundo o MEC, 40% dos empregadores têm dificuldade para encontrar profissionais de nível técnico qualificados.

Curso técnico

Jerry Faria, estudante

Dados apresentados pelo ministério durante o lançamento do programa indicam o impacto potencial do ensino técnico: para jovens que têm formação técnica a taxa de emprego formal é 38% maior. Já a formação profissional e tecnológica pode representar aumento de cerca de 20% na renda do trabalhador.

Um exemplo de caso em que o curso técnico fez a diferença é o de Jerry Farias, estudante do curso de técnico em eletrotécnica na Escola Técnica de Brasília, mantida pelo governo do Distrito Federal. Jerry já trabalhava há quatro anos como técnico de eletricista em uma empresa e depois que começou o curso foi promovido a eletricista.

“Quando comecei a fazer o curso creio que isso fez com que a empresa acreditasse mais no meu potencial e viu também minha dedicação de estar fazendo um curso técnico. Isso melhorou o salário e tem também a experiência em carteira que vale muito nessa área”, contou.

Jackes Ridanda Silva, diretor da Escola Técnica de Brasilia

O diretor da Escola Técnica de Brasília,  Ridan da Silva, contou que a unidade forma em média 400 alunos por semestre e é comum empresas da cidade irem até a escola fazer seleção com os estudantes para preencherem vagas de trabalho.

“A possibilidade dele conseguir um emprego sendo técnico é muito maior do que ele tendo um nível superior. Dentro da empresa você vai oferecer o número mínimo de vagas para quem têm formação de nível superior, mas a quantidade de técnicos que existe dentro de uma empresa é muito maior. O Brasil passa por uma crise de empregos, então nada melhor que o aluno buscar uma formação na área técnica para que ele consiga um emprego de forma mais célere”, disse Jackes Ridan.

Fonte: Governo do Brasil

Para mais informações acesse a página do Novos Caminhos no Portal MEC.

RELAÇÃO DOS CANDIDATOS AO CONSELHO TUTELAR DE MONÇÃO-MA

0

Veja a lista dos candidatos eleitos que ficaram como titular e suplente.

SEGUE O ARQUIVO PARA BAIXAR EM PDF